O governo federal desembolsou R$ 42 bilhões para pagamento de obras previstas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em 2016. Em reunião hoje (11) no Palácio do Planalto, ministros do Núcleo de Infraestrutura do governo apresentaram um balanço das ações do setor.

“Os ministérios mostraram que o pagamento de suas obras estão em dia, e que conseguiram equilibrar o pagamento das obras com o cronograma de execução”, disse o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira.

Brasília - O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira durante entrevista após reunião do Núcleo de Infraestrutura, no Palácio do Planalto (José Cruz/Agência Brasil)

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, dá entrevista após reunião do Núcleo de Infraestrutura, no Palácio do Planalto José Cruz/Agência Brasil

Com as contas em dia, o governo dará início agora ao planejamento dos desembolsos a serem feitos este ano e no próximo. “O presidente [Michel Temer] orientou para que iniciemos o processo de planejamento para 2017 e 2018”, disse o ministro.

As primeiras ações devem ser anunciadas em breve. “Devemos lançar na primeira semana de fevereiro o primeiro relatório intermediário sobre o andamento de 1,6 mil obras paralisadas, que estão sendo retomadas, devendo ser concluídas ao longo deste ano e do próximo”, acrescentou.

Ao comentar o balanço da área de infraestrutura, Oliveira também citou progressos na obra da transposição do Rio São Francisco, que já tem etapas concluídas.

Powered by WPeMatico

Related Posts