Presidente turco assegura que matou mais de 3.000 rebeldes do PKK em 2015

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, prometeu mais uma vez nesta quinta-feira, em seus votos para o Ano Novo, “limpar” o país dos rebeldes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), gabando-se de ter “eliminado” mais de 3.000 curdos em 2015.p>”A República da Turquia tem a oportunidade e a determinação para derrotar a organização terrorista separatista (o PKK). Nossas forças de segurança limpam as montanhas e cidades dos terroristas e vão continuar a fazê-lo”, lançou Erdogan em sua tradicional mensagem de 31 de dezembro.

Powered by WPeMatico