'Kompromat': a versão russa da chantagem com informações comprometedoras

Vídeos de sexo filmados secretamente pelos russos para exercer pressão sobre o futuro presidente dos Estados Unidos: as informações americanas não confirmadas mais parecem um filme de espionagem, mas referem-se a práticas utilizadas por todos os serviços secretos, elevadas a uma forma de arte pelos russos.p>Vários meios de comunicação americanos publicaram informações segundo as quais líderes da inteligência americana informaram Donald Trump da existência de arquivos comprometedores que teriam sido recolhidos durante anos pela Rússia para fins de chantagens.p>A imprensa cita, entre outras coisas, um suposto vídeo sexual envolvendo prostitutas, secretamente filmado durante uma visita do bilionário a Moscou em 2013 pelos serviços russos.p>Se nada permite confirmar estas informações, a inteligência americana credita serem credíveis.

Powered by WPeMatico