O exército camaronês matou “uma centena” de combatentes do grupo extremista Boko Haram e libertou “centenas de reféns” desde o lançamento, em dezembro, de uma ofensiva de “envergadura”, ainda em curso na Nigéria, afirmou o porta-voz do governo.p>Issa Chiroma Bakary declarou na noite desta terça-feira pela TV pública que o balanço da operação era de “uma centena de terroristas definitivamente neutralizados , trinta combatentes presos e entregues às forças nigerianas, centenas de reféns libertados e (também) devolvidos” à Nigéria.p>Não foi possível confirmar as informações com uma fonte independente.p>Os soldados camaroneses que trabalham na “força multinacional mista (FMM) (.

Powered by WPeMatico

Related Posts