Primeiros exames confirmam quatro mortes por febre amarela na região de Caratinga

A Prefeitura de Caratinga, no Vale do Rio Doce, confirmou que dos oito óbitos suspeitos de febre amarela na microrregião onde está a cidade, quatro já tiveram uma primeira comprovação de que as mortes foram realmente causadas pela febre amarela silvestre. Porém, para que a causa seja tornada oficial, o Ministério da Saúde exige uma contraprova, que ainda não foi feita. A Fundação Ezequiel Dias (Funed) está conduzindo as investigações. Segundo o secretário de Saúde de Caratinga, Giovani Corrêa da Silva, até o momento foram 63 casos notificados apenas na microrregião de Caratinga, incluindo os oito óbitos nas cidades de Imbé de Minas, Piedade de Caratinga e Ubaporanga.

Powered by WPeMatico