Saiba mais sobre a raça Collie Animais de Estimação Cães Raças de Cães

Saiba mais sobre a raça Collie

Genial, o Collie está na décima sexta posição na escala de intelectualidade divulgada no livro “A Inteligência dos Cães”. São incríveis para efetuar trabalhos. O treino de simples ordens é aprendido depois de cinco a 15 repetições e aprendido calmamente, embora ainda possa otimizar com a prática.
Porém, para um melhor desenvolvimento, você tem que dar muitos estímulos para ele desenvolver o seu melhor potencial. Não é, de forma alguma, um cão que deva ser largado no fundo do quintal. Além de ser primordial para o crescimento mental do cão, as atividades físicas colaboram para que ele queime gordura impedindo assim problemas com obesidade.
Apesar de ter praticamente abandonado o trabalho no campo para ocupar posição de destaque como cachorro de companhia, o Collie tem necessidade de espaço e exercícios, o que faz com que se destaque nas competições de agility.
Excessivamente calmos com crianças, os Collies são bastante condescendentes até mesmo com brincadeiras mais “estúpidas”, desde que tenham tido contato com elas desde novos. Eles podem se habituar tranquilamente com outros animais e com indivíduos estranhos.
Para quem intenta ter esse animal, precisa tomar bastante cuidado e atenção, porque eles adoram saltar muros e correr atrás de veículos, ciclistas, etc; fazendo com que possa se envolver em determinada situação constrangedora.

Origem e História do lindo pet Collie

Somos capazes de falar que o aparecimento do Collie é um mistério. Há uma hipótese de que o Collie tem a mesma estrutura que o Border Collie. Como esses cachorros tinham uma admirável serventia nos campos e nos ranchos à civilização Celta, o seu nome vem de um termo gaélico, que significa “útil”. Porém, apenas passamos a ter registros dos Collies a partir de 1800. Tanto o áspero como o liso havia nessa época, entretanto oriundos de cruzamentos variados.
O Collie do modelo áspero foi influenciado pelo “Old Cockie”, nascido em 1867 e tido como responsável por instituir não somente esse tipo, porém por ter acrescido a pigmentação castanho clara. Inicialmente, essa raça teve o seu auge após a Rainha Vitória notar e se fascinar por esta raça, fazendo com que toda a classe alta burguesa e os criadores de ovelhas se apaixonassem pelo Collie.
Em 1886 surgiu o padrão que descreve a espécie até os dias de hoje. Na mesma época, como os cães pastores de ovelhas haviam ficado relevantes nas Américas, os colonos trouxeram Collies para o continente americano. Futuramente, o Collie encontrou um novo protetor, o escritor Albert Payson Terhune. Devido a suas narrativas, os Collies foram ficando progressivamente mais conhecidos. Quem não se lembra da cachorra Lassie, tão conhecida na TV, que ajudou a deixar essa raça queridíssima no mundo todo.

Peculiaridades do Collie

Saiba mais sobre a raça Collie Animais de Estimação Cães Raças de Cães

O Collie é um cachorro grande, de estrutura esguia, todavia resistente. A parte elevada do crânio é construída de forma plana com sobrancelhas arqueadas. Possui um focinho preto, arredondado, ficando afinado na borda, com um stop ligeiro, e seu crânio conta com um formato de cunha.

Sua dentição costuma reunir-se com uma mordedura que se assemelha a uma tesoura. Os olhos de tamanho médio são amendoados. Suas orelhas são curtas de ¾ com uma dobradura para frente. Sua constituição corporal é mais alongada do que alta, e seu pescoço é muito alongado. As pernas são retilíneas. Seu rabo é ligeiramente mais extenso do que alto.

Se encaixam satisfatoriamente ao frio, em razão de sua pelagem: ela se apresenta com duas faixas, subpelo e pelo. Deve ser penteada pelo menos 3 vezes semanais para que seja retirado todo o pelo quebrantado, prevenindo embaraços e problemas de pele.

O Collie pode apresentar-se em 3 cores distintas: Azul merle, tricolor e marta. Nos Estados Unidos, ainda há a quarta cor: o branco. Independente de qualquer coloração que apresentar, a mancha branca constantemente encontra-se presente, seja na pata, em sua juba ou na sua cauda.

Benefícios de ter um cão Collie

Esta espécie é esplêndida. Ele ama deixar seu proprietário agradado, sempre dando amor a ele, além de ser extremamente atraente e obediente. Seus atributos fazem com que ele seja verdadeiramente extraordinário. Largamente da cidade, ainda podemos ver certos espécimes existentes nos campos.
Os cachorros da raça Collie são fiéis, arteiros, mansos e defensores de seus familiares. Os Collies também costumam ter um estranho senso de direção. São de boa índole e amoráveis. quando você for levá-lo para caminhar ou correr, deixe que ele interaja naturalmente com outros cachorros e pessoas, deixando ele mais à vontade para sociabilizar. Se alguém demonstrar qualquer tipo de receio ou medo, eles são capazes de se tornar agressivos e desejar avançar na pessoa.
Eles preferem 1000 vezes um carinho do seu dono do que um amplo espaço para eles se deliciarem. Procura sempre estar junto das pessoas e ver tudo o que seus proprietários fazem. Suportam mal uma vida em canil e costumam gostar de viver em apartamentos que possuam varandas.

Problemas comuns do Collie

Apesar de todas as variações de Collies serem fortes e sadias, existem certos exemplares que apresentam problemas de saúde. Uma doença que normalmente é frequente à espécie é a chamada Anomalia Collie olho (CEA), uma enfermidade hereditária que provoca o desenvolvimento inapropriado dos olhos do cão, acarretando em uma provável cegueira, é uma doença um tanto quanto frequente na raça.
Esporadicamente os Collies são capazes de ser atingidos pela chamada Atrofia desenvolvida de retina, outra enfermidade hereditária, que é a Degeneração Bilateral da Retina o que resulta na perda da visão contínua acabando por gerar cegueira no cachorro.
Podemos mencionar, também, um monte de problemas que são capazes de ser considerados genéticos, todavia na realidade não são, como por exemplo, quadros de epilepsia, inchaço, uma propensão para alergias e doenças da tireoide (especialmente hipotireoidismo). Como não existem testes de DNA que sejam capazes de avaliar esses incômodos todos eles serão capazes de ter outros agentes que não são de origem genéticas. Os criadores poderão só fazer o seu melhor com o intuito de evitar a reprodução desses cachorros.

Cuidados da Raça Collie

Apesar de poder viver dentro da casa, em pequenos espaços, o conveniente é que ele possua um espaço suficiente para praticar atividades físicas e gastar o máximo de energia possível. Este cão necessita de ser ensinado precocemente a não ladrar, porque os cachorros dessa raça podem ser muito barulhentos.
Escove duas vezes por semana a pelagem com o intuito de manter a qualidade e a formosura do pelo do seu cão. Ao escovar, principie escovando do pelo até às costas e, preferencialmente, com uma escova de cerdas.
Ao passo que vão amadurecendo os dentes vão caindo com mais regularidade, então trate dos dentes do seu Collie periodicamente. É aconselhável escová-los com muita frequência e incitar sempre a mastigação para deixá-los saudáveis.
Uma ótima caminhada ou corrida com coleira e algumas atividades muito alegres são indispensáveis todos os dias. O Collie é tão voltado para a família que ele é muito mais contente convivendo dentro de casa.

Filhotes do pet Collie

Essa espécie, quando filhote, tem muita vitalidade e são bastante endiabrados. Ao ensiná-lo desfrute o máximo de sua inteligência, assim você possuirá um cão obediente e esperto.
Até em função desta energia, os Collies são do tipo que é “melhor manter ocupados” e longe de suas mobílias. Conceda a eles variados brinquedos para se distraírem e não os deixe muito tempo de “cabeça vazia”.
A pelagem do Collie ainda filhotinho muda muito até atingir a maturidade. Ele começa com a pelagem macia e, com o passar do tempo, vai tornando-se mais crespo até chegar à consistência final.
Ao mesmo tempo em que dominadores, os filhotes de Collies são bem amorosos e calmos, vivendo bem com seres humanos. Porém, podem ser bastante dominadores aos seres humanos, por causa disso a importância do adestramento precoce.

Curiosidades acerca do Collie

O programa de televisão “Lassie” tornou o Collie conhecido. A Lassie amparava um garotinho denominado “Timmy” salvando-o de rios, areias movediças e, inclusive, poços de minas;
– Se criados com demasiada dureza e ignorância, o Collie pode ficar depressivo e imensamente triste;
– Se os Collies se tornaram uma das espécies mais queridas do mundo, isto se deve à Rainha Victoria. No ano de 1860, ela foi visitar sua propriedade na Escócia e ficou fascinada pela boa aparência e temperamento amigável dos Collies que ela observou. Ela trouxe vários para a Grã-Bretanha, e,assim, estreou o primeiro modismo da raça Collie;
– Elvis Presley e Priscilla possuíam um Collie com a denominação Baba;
– No ano de 1903 Edgar Rice Burroughs, mais célebre por sua criação do notável Tarzan, possuía um Collie branco chamado Raja;
– Robert Plant escreveu uma canção denominada ” Bron Y Aur Stomp ” falando sobre seu relacionamento de camaradagem e amor ao seu Collie Strider.