O Magnífico Pet Chihuahua - Raça de Cachorros Animais de Estimação Cães Raças de Cães

O Magnífico Pet Chihuahua – Raça de Cachorros

Há bastante incerteza no que tange à origem da raça Chihuahua. A teoria mais admitida é que a espécie seja derivada do Techichi, um espécime pequenininho que coabitava com os Toltecas, cultura preliminar aos Astecas no México, entre os anos 900 e 1000. O Techichi era visto em várias obras rupestres dos santuários nesse período. Estes animais teriam sido perpetuados pelo povo asteca, sendo vistos como virtuosos devido a serem os “orientadores” dos espíritos pelas “trevas”.
Segundo certos teóricos, a procedência dos Chihuahua seria capaz de ser de uma época bem mais remota, no Oriente, baseado em uma tradição das civilizações orientais, sendo essa raça enviada à América pelas embarcações que realizavam comércio com os asiáticos.
A única concordância é relativo ao nome desta espécie: Chihuahua é o nome de um dos estados mexicanos onde estes pequeninos cachorros eram vendidos mediante os camponeses aos turistas. O primeiro cão foi admitido legalmente no princípio do século XX, sendo reconhecido então no AKC (American Kennel Club).

Atributos da Raça Chihuahua

Suas orelhas divergem completamente do resto de seu corpo, porque esse é mais alongado do que elevado, e elas são bastante grandes. Seu rabo é envergado em torno do seu dorso. Podemos ver o Chihuahua em muitas colorações: marrom, prateado, areia e o amarelo claro. Além disso, podemos também encontrá-lo nas cores malhada ou uniforme, e seu pelo é capaz de ser curto ou extenso, assim como ondulado.
As Chihuahuas fêmeas têm a tendência de ser bastante peludas e bem grandes, ao passo que, de modo geral, a pelagem deste espécime é macia e extremamente sedosa. Todas as colorações do cão são consideráveis, também todas as combinações de cores e quanto mais extraordinário ele for, mais procurado eles irão ser. Contudo, frequentemente encontramos o Chihuahua na coloração rubi turvo.
Em função de sua fragilidade, ocasionada devido ao seu pequeno tamanho e porte físico, eles são bastante frágeis, ainda mais quando filhotinhos. Seu porte, tanto para o cão como para fêmea, fica entre 15 e vinte e dois centímetros. É muito similar ao Dobermann e, ainda, com um Aidi, contudo seu comprimento é terminantemente inferior.

 O gênio da raça Chihuahua

Esta raça é capaz de se apegar, especialmente, a seu proprietário, sendo visto como um cão de apenas um proprietário. Pode coabitar em harmonia com os demais animais, porém com alguém desconhecido ele pode ficar mais reservado. Por causa do seu porte, eles vão desejar proteger o seu proprietário, mas não vão ser muito eficientes. Alguns são capazes de ser aventureiros, e outros mais acanhados. Mas, cem por cento dos espécimes podemos perceber que ele é um cão bastante impulsivo.
Bem alegre, bastante atento, bem eficiente e muito veloz. Por intentar se tornar um exímio cachorro protetor, ele encontra-se sempre em atenção. Valente, o espécime da espécie Chihuahua é capaz de defrontar a animais maiores. Adora seu dono, mas não é muito tolerante com nenhuma pessoa que não esteja em seu relacionamento diário. Late com fúria, dando o alerta ante o menor movimento misterioso.
O Chihuahua é um cão sensível e o temperamento do dono, assim como o âmbito em que é criado, pode instigar profundamente no temperamento deste espécime depois do amadurecimento. Se você tem crianças pequenas em sua residência, é muito melhor pensar duas vezes antes de comprar um Chihuahua. Esse cachorro não é muito condescendente com crianças muito novas, sendo aconselhável que você exclusivamente o adquira se houver pessoas maduras em toda sua família.

Vantagens de ter um pet Chihuahua

Este espécime é bastante obediente e versátil, sem mencionar a sua capacidade intelectiva aguçada. Em razão de seu pequeno tamanho, ele é capaz de manter-se bem em casas, apartamentos e pequenas residências.
Em razão de sua resistência, ele não é fácil de ser domesticado, entretanto esta missão não é nada inconcebível. Eles respondem adequadamente ao reforço positivo e podem, na maior parte dos casos, ser preparados por todo estilo de artifício. A sociabilização precoce e extensiva é bem essencial para o cão.
É uma impecável espécie de cão para edifícios ou inclusive condomínios, já que a maior parcela de suas necessidades básicas são capazes de ser realizadas dentro de casa, com brinquedinhos ou sessões de distrações. Em contrapartida, eles amam, como as demais espécies, de efetuar caminhadas diárias pelas ruas com seus proprietários.

 Problemas comuns do Chihuahua

Você necessita de estar sempre atento a nutrição de seus cachorros, pois os Chihuahuas precisam de muitos cuidados, principalmente pelo fato deles serem onívoros. Ao passo que, é fundamental não dar alimentos excessivamente esta raça pequena. Você é do tipo que não se importa em nutrir o seu cachorro com chocolate ou outro tipo de doce? Pois é melhor você mudar isso. O chocolate é inconveniente a todos os cachorros, e com os Chihuahuas é exclusividade. A ingestão dessas substâncias no corpo dessa espécie é capaz de provocar muitos problemas, levando, inclusive, seu cão a óbito.
Se o seu cachorro for obeso, ele pode apresentar diabetes, sua vida útil irá encurtar e obviamente eles terão distúrbios com suas juntas.
Ao obter um Chihuahua, verifique sua condição de saúde antes de fechar a aquisição, porque, algumas vezes, eles podem estar desnutridos ou muito anêmicos. Os cachorros profundamente pequenos dessa raça, os mais amados pelos indivíduos, costumam ser mais sensíveis que os outros cães. Não vá julgando que qualquer ração é adequada! Para qualquer Chihuahua existe um modelo de ração, diversificando pelo porte, altura e peso corporal.
Como pontos inconvenientes podemos declarar que cães da espécie Chihuahua são bastante covardes, zelosos ou mesmo hostis.

 Cuidados da Raça Chihuahua

Por ser um cachorro muito estressado, não se assuste se você achá-lo correndo por todos os cantos de sua casa. Gosta de percorrer o jardim ou efetuar passeios curtos com coleira e ama seguir os familiares em práticas ao relento. O Chihuahua não é um cachorro para permanecer do lado de fora. Temperaturas mais geladas não são adequadas para esta raça. Não é necessário cuidados em excesso ou tratamentos para a sua pelagem. Penteie-o de duas a três vezes semanais.
Conceda carinho ao seu cachorro continuamente. Eles optam por um membro da família como “seu” e sentem excessiva saudade dessa pessoa quando ela se encontra distanciada.
Nas caminhadas, nunca utilize coleiras, todavia, sim, peitorais. Sem contar que este peitoral protegerá o Chihuahua de um Colapso na traquéia.
Alimente-o com ração com muita carne. Proteínas não carecem de ser menos de 30%, e gordura, 20%. Fibras devem ser quatro por cento ou menos.

 Os Filhotes do pet Chihuahua

Apesar de sua forma diminuta, os filhotinhos são muito dinâmicos e brincalhões. Ainda assim, precisam de ser tomados cuidados diferentes para que nos primeiros dias de existência ele não seja vítima de caídas que sejam capazes de afetar seus ossos ainda em formação.
Crias de Chihuahuas não são aconselhados para conviver com a meninada. Neste caso, os cuidados devem ser duplicados, evitando acidentes como o cão ser pisoteado pela criança ao longo das diversões.
Embora os filhotes sempre se dão muito bem com outros animais de estimação, ainda brincando e correndo junto com eles. Só é preciso cuidar para que jamais exista uma desproporção de tamanho expressiva entre os integrantes da brincadeira, prevenindo assim todo tipo de imprevisto. Caso tenha vontade de banhá-lo, somente o faça a partir dos 5 meses, isto é, ao passo que a última porção da vacinação for ministrada.
Para comprar um cão saudável, jamais selecione um filhotinho de um criador negligente ou em um comércio de cães sem procedência. Pesquise por um criador respeitado que teste seus cães reprodutores para se certificar que os cães estão livres de moléstias genéticas que são capazes de ser passadas aos filhotinhos.